INFORMAÇÃO É PODER

DADOS, DICAS E RECEITAS DE VIDAS SEM GLÚTEN



sexta-feira, 23 de Dezembro de 2011

Dicas para uma melhor textura

Mesmo a tempo, para quem é novo nestas andanças sem glúten, e está a olhar para as receitas antigas de Natal sem saber o que é que vai colocar na mesa de doces, aqui está um artigo que explica como dispensar o glúten e, ainda assim, fazer sucesso com as suas preparações.


Imagem retirada da Net


“5 Dicas para uma Melhor Textura na Culinária Sem Glúten
Por DC Rona

Até que é necessário iniciar uma dieta sem glúten, a maioria das pessoas nunca pensa no papel do glúten nos seus cozinhados. É o glúten que lhes dá liga, consistência, pois as proteínas do glúten organizam-se para prender bolhas de gás. O seu alinhamento também proporciona elasticidade à massa. É o glúten que torna arejada a estrutura celular que nós associamos com a linda pastelaria que vemos nas lojas. Até há cerca de 5 anos atrás, as alternativas em farinha eram principalmente arroz, milho, grão-de-bico, fécula de batata e farinha de mandioca. Mesmo quando eram devidamente moídas, os doces feitos com estas farinhas tinham uma consistência entre a areia e a borracha, e o sabor, muitas vezes, era estranho.

Nos últimos cinco anos a procura por produtos sem glúten tem crescido imenso. As prateleiras das nossas lojas agora contêm uma variedade de grãos e farinhas a partir destes grãos, tais como millet kasha, farinha de amaranto, coco, farinha de quinoa, farinhas de feijão, farinhas de nozes, aveia sem glúten, e teff. Estas farinhas novas oferecem agora melhores sabores e texturas na sua preparação. Além disso, produtos como goma xantana, goma guar e outros aglutinantes estão agora disponíveis, uma vez mais, para melhorar o sabor e a textura das suas receitas.

Aqui estão 5 dicas para melhorar a textura das suas receitas enquanto se inicia nas receitas sem glúten:

1. Substitua o leite ou a água nas receitas com buttermilk (leitelho).O buttermilk dará uma textura mais fina e mais leve, em geral. A água com gás também substitui bem a água normal em receitas como panquecas - mais uma vez, dando uma leve textura.

2. A gelatina sem sabor pode ser usada como um aglutinante na cozinha - e que irá ajudar a evitar a textura esfarelada. Lembre-se de misturar a gelatina no líquido da receita antes de a adicionar.

3. Uma combinação de farinhas sem glúten normalmente produz um resultado melhor do que uma só farinha.

4. Para evitar o esfarelamento, pode usar goma xantana ou goma de guar na preparação. Lembre-se de adicionar a goma aos ingredientes secos. Nota: algumas pessoas têm melhores resultados com a goma xantana pois a goma de guar pode produzir dores de estômago em algumas pessoas.

5. Deixe a massa ficar à temperatura ambiente pelo menos 30 minutos para suavizar, de modo a obter uma melhor textura como resultado final.

Em geral, existem algumas diferenças básicas na cozinha sem glúten ​​que é necessário levar em conta na conversão de receitas antigas. Sem glúten, a massa de pão será pegajosa e mole. Se tentar obter a aparência da sua receita antiga, provavelmente vai ter uma massa muito pesada, seca e quebradiça. Além disso, os tempos de cozedura serão diferentes. As receitas sem glúten tendem a dar melhores resultados quando cozidas por um tempo maior e a uma temperatura mais baixa. Pode precisar de cobrir com papel de alumínio para evitar queimar o topo enquanto espera que o pão ou o bolo coza completamente.

O seu melhor trunfo quando inicia a dieta sem glúten é comprar um ou dois livros de culinária onde possa aprender os truques e dicas que irão tornar as suas receitas cada vez melhores. Assim que estiver à vontade com as substituições e mudanças nas características dos tempos de cozedura, etc., então poderá começar a converter as antigas receitas favoritas da família em novas receitas favoritas da família, desta vez, sem glúten. “

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...